domingo, 8 de fevereiro de 2009

A perda do eu

A perda do eu
...o esquecimento. Esse é o grande problema privado do homem: a morte como perda do eu. Mas o que é esse eu? É o somatório de tudo daquilo que lembramos. Assim, o que nos apavora na morte não é a perda do futuro, e sim a perda do passado. O esquecimento é uma forma de morte que está sempre presente na vida.
(De Milan Kundera a Philip Roth em entrevista publicada no livro “Entre nós“)

3 comentários:

Vera Lima disse...

Hélio sao palavras
verdadeiras
para quem e entende né
adorei onde posso
comprar o livro?

amigo adoro tudo
que se trnsforma em
poema
mil beijinhos

anizaura disse...

"A presença de Patrus é da maior importância. É o candidato (a vice) dos sonhos "
É claro - sem ele você não sairia da última colocação. Mas com certeza não será o vencedor. O PT traiu seus seguidores. Não nos esquecemos ainda do que você fez no passado (Hélio B...).

anizaura disse...

"A presença de Patrus é da maior importância. É o candidato (a vice) dos sonhos "
É claro - sem ele você não sairia da última colocação. Mas com certeza não será o vencedor. O PT traiu seus seguidores. Não nos esquecemos ainda do que você fez no passado (Hélio B...).